EXPEDIÇÃO PEDRA DO CACHORRO - 2002

Um pouco do que foi a abertura da "Ilusão do Sertão" (5º VII E2 - 440 m), primeira via concluída na imponente Pedra do Cachorro e na época a maior escalada do Norte e Nordeste do Brasil.

Ao lado dos escaladores Marcello Vazzoler e Ricardo Borbon Lemes, o documentarista explorador Márcio Bortolusso enfrentou oito dias de muita ralação em plena Caatinga, pendurado em um paredão com sensação térmica de 60 °C, dormindo a centenas de metros do chão, sem fonte de água, etc.

press to zoom
press to zoom
press to zoom

“Foi uma das maiores aventuras da minha vida e fico feliz por hoje ela ser uma das mais importantes vias do encantador Nordeste brasileiro, sempre recebendo solicitações de informações ou ótimas narrativas de escaladores que tiveram o privilégio de realizar uma repetição”, comemora Márcio.

De fato foi um belo presente para a comunidade em uma incrível parede com um pouco de tudo: aderência, regletes, agarrões, diedros, lances negativos, fenda e até uma linda travessia com direito a ataques de gavião.

Para realizar mais este sonho, a equipe teve o apoio das marcas Maxim Climbing Ropes, Petzl, Vertical Radical, Half Dome, Kailash, Grupo Selva, Nez Adventure, By, Grupo Ápice, Mares, Tribo dos Pés e Companhia Aérea Via Brasil e dos amigos Neco Meireles, Guilherme Veiga, Laercio Albuquerque, Antonio Severien, Mardem Acampora, Marco Ferreira, Bruno Pereira e Cristiane Machado.

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom